HÓQUEI: HISTÓRIA

A Federação Internacional de Hóquei (FIH, da sigla em francês) dirige o esporte no mundo. No Brasil, a Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação (CBHP) controla o esporte. Os dois principais torneios de hóquei sobre a grama são a Copa do Mundo masculina e a Copa do Mundo feminina, disputadas a cada quatro anos. Em 2003, são disputados pela primeira vez os Campeonatos Mundiais Indoor.

Origem – Jogo disputado num campo de grama entre duas equipes de 11 jogadores, que tentam marcar gol impulsionando a bola com um taco de madeira. A palavra inglesa hockey significa bastão. O hóquei faz parte das Olimpíadas desde 1908 e dos Jogos Pan-Americanos desde 1967, mas nunca se tornou popular. Entretanto, é o esporte nacional de países que pertenceram ou pertencem à Comunidade Britânica, como Índia e Paquistão.

Acredita-se que o hóquei seja o primeiro esporte da história a utilizar bastões. É jogado pelos persas por volta de 2 000 a.C. e existem registros arqueológicos da prática na Grécia e na Roma antigas. As regras desse esporte, bastante parecidas com as do futebol, são sistematizadas na Inglaterra em 1875. Atingem os moldes atuais em 1886, com a fundação da Associação de Hóquei. Em 1895 registra-se a disputa da primeira partida internacional: a Inglaterra vence a Irlanda por 5 a 0. No Brasil, o esporte chega no final do século XIX, trazido por imigrantes ingleses.

Regras – O jogo é disputado em um campo de grama de 91,44 m de comprimento por 54,86 m de largura. Cada partida tem dois tempos de 35 min. O bastão pesa entre 340 g e 784 g e não pode ultrapassar 5 cm de diâmetro. A bola pesa de 156 g a 163 g e é feita de corda envolta em couro.

As traves do gol medem 3,66 m por 2,14 m. Em volta delas está demarcada a área, um semicírculo a 14,63 m de distância da linha de fundo. O gol só é válido se marcado de dentro dessa área, chamada striking circle. Os jogadores não podem levantar o bastão acima dos ombros nem mover a bola com as mãos ou os pés. As faltas são punidas com tiros livres do lugar onde foi cometida. Assim como no futebol, faltas graves são punidas com pênalti: tiro livre do limite da área, a 14,63 m do gol, do qual só participam o cobrador e o goleiro da equipe adversária.

Fonte: Mega Times e Klima Naturali
Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

CityGlobe