O CORINTHIANS É BICAMPEÃO MUNDIAL DE CLUBES EM 2012


O Corinthians sagrou-se Biicampeão Mundial de Clubes no domingo (16 de dezembro), de maneira histórica, o time paulista venceu o Chelsea por 1 a 0 em Yokohama, no Japão, e conquistou pela segunda vez o Mundial de Clubes da Fifa. O primeiro título aconteceu em 2000, na final contra o Vasco, no Maracanã.

Com atuações heróicas do goleiro Cássio e do atacante Guerrero, autor do gol da vitória, a equipe de Tite dominou a partida desde o primeiro tempo e, apesar dos sustos, conseguiu segurar o resultado até o final.

O gol do jogo foi marcado pelo atacante peruano aos 23min do segundo tempo, após grande jogada armada por Paulinho e Jorge Henrique na direita do ataque. A bola sobrou para Danilo na grande área, que chutou para boa defesa de Peter Cech. No rebote, Guerrero tocou de cabeça e saiu para comemorar o gol mais importante dos 102 anos de história do time paulista.

O começo da partida, porém, foi mais complicado do que o esperado. Logo aos 9min, o goleiro Cássio salvou em cima da linha o que parecia gol certo do time inglês. Depois de mais alguns sustos e uma atuação digna de prêmio para o goleiro corintiano, o Timão se impôs e encarou adversários de igual para igual.

Os dois times sofreram mudanças nas suas escalações em relações aos jogos que os classificaram para a decisão do Mundial de Clubes. Preocupado com a força do lado esquerdo do ataque do Chelsea, Tite sacou Douglas para colocar Jorge Henrique e fortalecer a marcação pela direita.

Já o time inglês, que poupou alguns jogadores nas semifinais, escalou a sua força máxima. Assim, David Luiz, que tinha atuado como volante contra o Monterrey, voltou para a zaga. Ramires, Lampard e Moses entraram no meio-de-campo, enquanto Obi Mikel e Oscar foram relegados ao banco de reservas.

A partida começou bastante truncada. O Chelsea tentava trocar passes no campo de ataque, mas seus meias tinham dificuldades em razão da forte marcação corintiana. Assim, a primeira oportunidade de gol surgiu em uma jogada de bola parada. Aos 10min, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Cahill, que finalizou. Praticamente em cima da linha da sua meta, Cássio fez a defesa.

O Chelsea passou a ter maior controle da posse de bola, trocando passes no meio-de-campo em busca de espaços na defesa corintiana. O time brasileiro, porém, conseguia encaixar alguns contra-ataques perigosos. Em um deles, Paulinho finalizou forte, por cima da meta defendida por Cech.
 

CORINTHIANS 1 x 0 CHELSEA


CORINTHIANS - Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Emerson (Wallace) e Guerrero (Martínez).
Técnico: Tite.

CHELSEA - Cech; Ivanovic (Azpilicueta), David Luiz, Cahill e Ashley Cole; Ramires, Lampard, Moses (Oscar) e Mata; Hazard (Marin) e Torres.
Técnico: Rafa Benítez.

GOL - Guerrero, aos 23 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Cuneyt Cakir (Fifa/Turquia).

CARTÕES AMARELOS - Jorge Henrique (Corinthians) e David Luiz (Chelsea).

CARTÃO VERMELHO - Cahill (Chelsea).

PÚBLICO - 68.275 espectadores.

RENDA - Não disponível.

LOCAL - Estádio Internacional, em Yokohama (Japão)

Fonte: Mega Times e Klima Naturali
Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

CityGlobe